Amamentação cruzada não!

Amamentação cruzada nem pensar!


Primeiramente o que é?

Amamentação cruzada é o nome dado a prática de uma mãe lactante, amamentar um bebê que não é seu próprio filho. Antigamente conhecida como "Ama de leite".
AMAMENTAÇÃO CRUZADA
Essa prática é completamente contra indicada pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS), a amamentação cruzada oferece inúmeros riscos ao bebê, podendo transmitir doenças, infecto-contagiosas, a mais grave, Aids. Caso haja dificuldade na amamentação a mãe deve recorrer ao banco de leite, posto de saúde ou até mesmo a uma consultora de amamentação.

Quais são os perigos da amamentação cruzada?

AMAMENTAÇÃO CRUZADAO bebê pode se contaminar com alguma doença infecto-contagiosa, como a Aids, doença sem cura.  Por exemplo, se uma mãe tiver hepatite B em atividade, e doar leite a outro bebê, que não tenha ainda não foi totalmente imunizado, ela poderá passar a doença para a criança, pelo leite através do mamilo por algum ferimento com sangue.

Quando a amamentação cruzada foi contraindicada?

Desde 1985 por conta da AIDS a amamentação cruzada foi contra  indicada, hoje a contra indicação é  para o HIV ou HTLV, nesses dois casos a amamentação é contra indicada.Neste caso, o bebê terá que ser alimentado conforme indicação do pediatra, conforme a idade que ele esteja.


Qual a diferença do leite do banco de leite para o leite de outra pessoa?

A diferença fundamental do leite do Banco de Leite Humano para o leite doado diretamente por uma outra mãe é que no BLH o leite é tratado, pasteurizado e, por isso, isento de qualquer possibilidade de transmissão de doenças. Mesmo que sua saúde esteja excelente a amamentação cruzada é contra indicada.


AMAMENTAÇÃO CRUZADA
Há um medo nas mães do leite ser fraco. Isso pode acontecer?



NÃO. NÃO EXISTE LEITE FRACO.
Mito, muito mito.

Às vezes o que acontece é a mãe produzir menos leite por falta de estimulação, ou até mesmo da pega incorreta. A mãe não troca o peito oferecendo sempre o mesmo. Para a amamentação correta deve-se fazer o esgotamento total de uma mama e depois da outra. O esgotamento é necessário para que o bebê consuma tanto o leite anterior como o posterior. O leite anterior é ótimo, é necessário, mas tem um teor de calorias menor.

Cuidado com o que vocês assistem, especialmente na mesma emissora que vem cada dia mais dando informações errôneas. 

Em caso de dúvidas, procure o Banco de Leite Humano do IFF, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, ou entre em contato com o SOS Amamentação pelo telefone 08000-26-8877.

Fonte: Fundação Fio Cruz


Publicado por: Jaqueline Bernardo Costa
Chegou até aqui, deixe seu comentário!


Um comentário:

  1. Excelente postagem. Esclarecendo várias dúvidas para nao deixar as mães se deixar levar pelo que a mídia impõe como certo.

    ResponderExcluir