São 5 horas da tarde

São 5 horas da tarde e tenho vontade de sair correndo ou me jogar no chão, ou quem sabe evaporar. O bebê só quer colo, não vai com mais ninguém, só me quer. O outro filho quer atenção também, então como boa mãe que sou sou atenção aos dois. 


Hoje tinha decidido tirar um momento pra mim, pintar as unhas me maquiar, sei lá, tentar me sentir menos horrível do que já estou. Tento começar pelas unhas dos pés, queria arrumar, deixar elas melhorzinhas, mas aí bebê começa a chorar, quer saber, vou só jogar um esmalte em cima do jeito que tá.

Tentativa de fazer as sobrancelhas, bom até que consegui, mas pra isso bebê ficou engatinhando e chorando ao meu redor. Consegui, ficaram iguais até, se não ficaram logo crescem de novo. Tentar pintar a unha das mãos? Deixa pra lá, bebê que só quer colo, agora tá com dor de barriga, e até chegar nos finalmentes, vai se contorcendo, chorando, nada vai estar bom pra ela, a gente faz massagem, da colo, tenta ajudar como pode, mas não tem jeito o choro continua e aquele estresse também.

Tentei depilar as pernas, bom na verdade nem comecei, fica pra outra hora, outro dia, sei lá. Acho que posso ficar feliz se na hora do banho conseguir passar o condicionador. O choro continua, o mais velho chama, choro, mamãe, mamãe, choro, aí eu choro. Sento no vaso e choro, mas acreditem que nem isso consigo fazer pois o cansaço trancou as lágrimas.

Quase todo dia é assim, na hora da janta quando é sua vez de comer, na designação do seu marido cuidar da sua filha para que você possa mastigar, bom isso não acontece, maridos não foram feitos pra perceber os detalhes. Criança fica chorando na sua perna e pra não ficar sem comer você engole e pronto.
Quase todo dia é assim, só muda uns detalhes, bebê não fica com ninguém e não tem ninguém que fique com ele. Então desculpem as defensoras do " ah tem que arrumar um tempinho pra cuidar de si mesma" nem todas conseguem, quando me sobra tempo, uso do esse tempo pra dormir ou melhor apagar, não vejo mais nada. 

UMA MAE LEOA E SEU FILHOTE

Quase todo dia é assim, faz parte da maternidade, nem todo dia são arco íris, alguns dias são de neblina. Faz parte e quase todo dia é assim. O que me consola é que logo o bebê cresce e tudo fica mais fácil, até lá vamos jogando esmalte em cima das unhas, quando der, se não der também beleza. Com o tempo fica mais fácil, por enquanto é matar um leão por dia. 


Autoria de: Jaqueline Bernardo Costa
Chegou até aqui, deixe seu comentário!

LOGOTIPO DO BLOG MAOS MEU MENINO MINHA VIDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário