Seu bebê é um high need?

Não tenho nada haver com tecnologia não! Bebês de high need são bebês que demandam uma atenção maior, traduzindo grossamente. Mas o que realmente é high need?

Esse termo foi criado pelo Dr. Sears, um pediatra norte americano, ele diz que esse bebê demostra 12 sinais dessa alta necessidade. São elas:

1. Bebês INTENSOS: choram mais alto, mamam com mais força, tem uma risada que se destaca, aquela gargalhada alta e gostosa e quando são contrariados, protestam com força.

2. Bebês HIPERATIVOS: não com hiperatividade propriamente dita, mas sim com aquela energia que a mãe não consegue acompanhar.

3. Bebês DRENADORES: bebês que sugam de alguma forma a energia de sua "mãe", pela necessidade constante de colo e atenção.

4. Bebês MAMADORES: necessitam muito de mamadeira e chupeta, ficam alternando entre elas com frequência, e no caso de um bebê que mama no seio chupeta e mamadeira é a mesma coisa.

5. Bebês DEMANDANTES: Atenção tem que ser dada sem demora.

6. Acordam com muita frequência: isso vocês já sabem o que significa né?

7. Bebês INSATISFEITOS: Você vai usar todas as técnicas para acalmar, brincar e nada vai funcionar. Nada irá satisfazer seu bebê, e não é culpa sua, seu bebê que é extremamente exigente. 

8. Bebês IMPREVISÍVEIS: O que você tentou ontem e não funcionou, hoje já dá certo. Mudança extrema de humor.

9. Bebês SUPER SENSÍVEIS: São atentos ao ambiente ao seu redor, não aceitam troca de cuidadores com tanta facilidade. Se entendiam com facilidade. Preferem ambientes conhecidos.

10. Bebê GRUDE: Só que colo, o colo pra ele é tudo. 

11. Não se acalmam sozinhos: Querem se distrair com pessoas e não coisas. 

12. Sensíveis à separação: Não querem que ninguém além da mãe cuide deles, são um só, ele e a mãe!

Lembrando que High Need não é doença nem um diagnóstico. É meramente definição. 



Muitos acham que não existe isso de alta necessidade, criança da trabalho mesmo. De qualquer maneira não pense que você está fazendo algo errado no seu modo de maternar. Crianças tem seus momentos. Nós temos os nossos. Essa fase passa tão rápido. Logo mais será apenas uma lembrança. As crianças vão crescer e você (eu também) terá muito tempo para si mesma.

Publicado por: Jaqueline Bernardo Costa
Chegou até aqui, deixe seu comentário!


Nenhum comentário:

Postar um comentário