Mastite, você sabe como preveni-la?

Quem amamenta pode ter em algum momento, inflamação da mama que tem como sintoma, dor, inchaço ou/e vermelhidão, pode ter febre e arrepios. Isso se chama mastite.
Mastite pode acontecer nos 3 primeiros meses de amamentação, mas é completamente tratável se descoberta no início.
Acontece geralmente nos 3 primeiros meses de amamentação, em decorrência ao entupimento dos ductos por onde o leite passa ou por causa da entrada de bactérias pela boca do bebê. Geralmente a mastite acontece em apenas uma mama, a mastite tem cura e deve ser tratada assim que descoberta.
Mastite pode acontecer nos 3 primeiros meses de amamentação, mas é completamente tratável se descoberta no início.


Mas quais os sintomas!?

A mastite produz sintomas de ingurgitamento mamário, como:
  • Febre acima de 38ºC;
  • Calafrios;
  • Mal-estar;
  • Mama inchada, endurecida, quente e avermelhada;
  • Intensa dor na mama;
  • Dor de cabeça;
  • Náusea a vômitos podem estar presentes.
A mastite se não tratada pode se tornar um abscesso mamário e ser necessário drenar cirurgicamente.


Como prevenir a mastite


A probabilidade de desenvolver uma mastite pode ser reduzida da seguinte forma:
  • Esvaziar  a mama após amamentar;
  • Deixar o bebê esvaziar a primeira mama antes de dar a outra;
  • Variar a posição para amamentar; 
  • Amamentar com mais frequência, principalmente se a mama estiver cheia de leite;
  • Evitar o uso de roupas apertadas, que causem pressão nos seios;

Em casa há algumas maneiras de aliviar os sintomas da mastite:

  • Descansar o máximo possível entre as mamadas;
  • Dar de mamar em livre demanda;
  • Variar a posição em que se amamenta;
  • Beber  2 litros de líquidos por dia ou mais como água, chás ou água de coco;
  • Aplicar compressas quentes na mama ou tomar um banho quente;
  • Fazer uma massagem com movimentos circulares delicados da parte afetada;
  • Vestir sutiã confortável;

Este POST serve apenas como informação, na dúvida procure sempre o atendimento médico mais próximo. Não se automedique. Com saúde não se brinca.

 Publicado por: Jaqueline Bernardo Costa
Chegou até aqui, deixe seu comentário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário