Platinosomose Felina - doença da lagartixa


Nós donos de gatos bem sabemos que eles são ótimos caçadores. São experts na arte de caçar. Quem nunca recebeu como presente um cadáver de inseto?! Eles atacam praticamente tudo que se move, baratas, aranhas, ratos, lagartixas, entre outros. Com esse último deve-se ter cuidado pois ele pode ser mortal para o seu felino.

A platinosomose, é popularmente conhecida como o verme da lagartixa, é uma doença felina causada por um parasita da espécie Platynosomum concinnum. Ela é adquirida justamente nessa brincadeira, quando o seu gato morde ou engole uma lagartixa infectada pela doença. É mais facilmente encontrada em países tropicais. Com climas mais quentes.
PLATINOSOMOSE FELINA


Alguns sintomas da infecção podem não ser perceptíveis, tudo vária com o grau de infecção. Há casos mais graves que o felino pode vir a óbito, por isso preste atenção aos sintomas, uma vez que é complicado controlar o que eles comem, uma vez que não ficamos os vigiando, e outra estamos falando de gatos, espíritos livres.

Principais sintomas:

  • diarréia com muco
  • perda de apetite e peso, pode também causar anorexia
  • vômito
Quando o parasitismo se encontra de forma intensa pode ocorrer a colestase e inflamação hepática, e os sintomas são:
  • icterícia (gengiva e olhos amarelados)
  • anemia
  • aumento do volume do fígado (hepatomegalia)
  • acúmulo de líquido seroso no peritônio (ascite)
  • aumento da vesícula biliar
Quando há suspeitas de infecção pelo verme, deve-se imediatamente procurar a ajuda de um médico veterinário que poderá fazer exames mais precisos e verificará o grau de infecção. Um ultrassom pode verificar se há algo errado. Um remédio anti parasitário pode ser ministrado e em casos mais severos um corticoide pode ser indicado.

Leia também: Você já ouviu falar em toxoplasmose?

Todo cuidado é pouco. Não podemos impedir as lagartixas de existirem, uma vez que elas são responsáveis pela diminuição de insetos na nossa residência, vamos nos atentar aos sintomas e em caso de dúvida procurar uma ajuda profissional.

Fonte: Adote um ronrom



Publicado por: Jaqueline Bernardo Costa
Chegou até aqui, deixe seu comentário!




Nenhum comentário:

Postar um comentário