Cinco dicas fundamentais a serem lembradas antes de viajar com as crianças

Viajar com os crianças é uma grande aventura, temos que nos ater a milhões de detalhes. E esse check list é importante para que a viajem aconteça sem dor de cabeça!
viajar com crianças



É fato que nem tudo poder ser previsto quando se trata de viajar com crianças, mas é possível, pelo menos, minimizar alguns problemas quando se toma as precauções necessárias. Veremos cinco pontos fundamentais que devem ser vistos antes de partir para a viagem.
  1. Seguro Viagem – “É de extrema importância contratar um seguro de viagem, principalmente em viagens internacionais, quando os planos de saúde tradicionais não cobrem possíveis emergências. Alguns cartões de crédito dão a cobertura quando compramos as passagens com eles. A cobertura, em geral, é básica e o valor da apólice não cobre muitas situações. Nossa dica é contratar um seguro mais completo, com ampla cobertura. Além de existir limite de cobertura dos seguros básicos, ninguém quer ficar com uma dívida enorme nos hospitais e um imbróglio internacional para resolver”.
  2. Consulta médica pré-viagem – “Principalmente para quem tem alguma doença crônica, está grávida, recém-operado ou que esteja sentindo algo de diferente, uma consulta médica com certa antecedência da viagem é importantíssima. Seu médico de confiança irá orientá-lo quanto ao uso de medicações durante a viagem, em fuso horário diferente; renovar a receita médica que deverá acompanhar você; indicar medicamentos para uso em caso de pequenos problemas, como dor, febre, enjoo etc - os chamados medicamentos SOS; investigar um possível desconforto que esteja sentindo para que ele não se torne um problema durante suas férias; indicar vacinas; dar orientações com relação a condições específicas no seu destino - como altitude, mergulhos etc; contraindicar possíveis atividades de acordo com suas condições de saúde; orientar quanto a prevenção da temida trombose dos grandes percursos”.
  3. Medicamentos de uso regular – “Indicamos levar toda medicação na mala de mão, pois a mala despachada pode extraviar. Você pode ser questionado pelos órgãos de fiscalização sobre as substâncias, portanto, é importante que a receita médica esteja junto aos medicamentos e eles estejam em suas embalagens originais. Isso irá facilitar muito toda explicação que venha a dar. Além disso, sempre leve uma quantidade maior de remédios do que a que vai precisar durante os dias de viagem. Vai que algum remédio se perde ou você precisa ficar no destino mais algum tempo? Comprar certas medicações em outros países pode não ser possível, mesmo com receita médica do seu país de origem”.
  4. Vacinas – “É recomendado para todos, independentemente da idade, que as vacinas básicas do calendário de vacinação estejam em dia. Procure um posto de saúde mais próximo para se informar e atualizar sua situação vacinal. Além das básicas, dependendo do destino e/ou de suas condições de saúde, são necessárias outras vacinas, como a da febre amarela, que precisa ser aplicada com antecedência mínima de 10 dias da viagem”.
  5. Serviços de saúde – “No planejamento de sua viagem, faça uma lista de serviços de saúde de emergência próximos aos locais por onde vai passar, com endereço e telefone, e a mantenha sempre com você no destino, junto da apólice do seguro e de seus documentos. Mantenha uma cópia de tudo no hotel”.

Contribuição das informações: Miriam Vargas, Sócia do Clube de Viagens Moms



Nenhum comentário:

Postar um comentário